Violência em São Paulo – como resolver?

Olá caros concurseiros!
Estrearemos hoje mais uma série muito importante para os que irão enfrentar os concurso policiais ainda esse ano. REDAÇÃO! Inicialmente pensei em listar aqui alguns temas prováveis, mas faremos melhor. Postarei algumas redações sobre tais temas.
Os textos são escritos por mim e também por amigos do Blog que se interessarem. Segue abaixo o primeiro de uma série de textos. Espero que curtam e comentem:
topo do post sobre a violência em São paulo

Do tema: Violência

         Por Mineiro
         Bacharelando em Direito
         Desde os primórdios onde se tem notícia, o crime é uma anomalia social presente na sociedade. Passando por Lombroso e sua teoria com base no perfil físico do infrator até as teorias mais modernas dissertadas por diversos especialistas na área, fato é que não há uma única explicação para os atos delituosos, logo, responder a pergunta de como resolver os problemas de segurança no Brasil, torna-se um dilema um tanto complexo, na maior metrópole do país, São Paulo, idem.
         Diversos atores incidem diretamente na criminalidade. Históricos como a abolição da escravatura que deixou milhares de escravos a mercê, sem qualquer amparo social, passando pelo processo de urbanização dos grandes centros, fazendo com que os menos favorecidos fossem forçadamente, num movimento centrífugo, aglomerando-se nos morros, dando início ao processo da favelização. A falta de presença estatal, com a prestação de serviços básicos como saúde, educação, lazer, entre outros, também é fator fundamental apontado pelos especialistas em segurança.
         Se fatores históricos e a falta da presença estatal em parte explicam os problemas da segurança no país, em São Paulo podemos apontar duas agravantes: primeiramente o processo de migração, principalmente oriundo do nordeste brasileiro, que vindo para a maior cidade brasileira, idealizam melhorar de vida, sonhos estes que muitas vezes não alcançados, dão lugar a marginalidade e ao sub mundo do crime. Um segundo ponto é a falta de investimentos em segurança pública. A maior força de segurança do país, com mais de cem mil homens não pode ser entregue a baixos salários e a falta de equipamentos básicos para a proteção policial, afinal de contas, só quem tem segurança, pode concedê-la, e esta não parece a realidade de São Paulo, confirmado recentemente pela onda de ataques a policiais militares.
         Resolver os problemas de segurança pública em São Paulo e no Brasil não é um plano de contingência com medidas imediatistas. É necessário um Estado mais forte e mais presente, que garanta o acesso a serviços mínimos, como saúde, lazer e educação. Mais do que isso, é preciso dar amparo para o trabalho policial, com condições dignas e recursos para conseguirem reverter este momento.

 

Comments

  1. By weslley

    Responder

    • Responder

    • Responder

    • Responder

    • By Anonymous

      Responder

  2. Responder

    • Responder

  3. By mineiro

    Responder

  4. By Anonymous

    Responder

    • By Anonymous

      Responder

    • By Anonymous

      Responder

    • Responder

  5. Responder

  6. By Anonymous

    Responder

  7. By Anonymous

    Responder

  8. By Anonymous

    Responder

  9. By Anonymous

    Responder

  10. By Anonymous

    Responder

    • Responder

    • Responder

  11. Responder

  12. By Anonymous

    Responder

  13. By Anonymous

    Responder

    • Responder

  14. Responder

  15. By Anonymous

    Responder

    • Responder

  16. By Anonymous

    Responder

  17. By jorgee

    Responder

    • Responder

  18. By Anonymous

    Responder

  19. Responder

  20. Responder

  21. By Anonymous

    Responder

  22. Responder

  23. By FVA

    Responder

  24. Responder

  25. Responder

  26. Responder

  27. Responder

  28. By Anonymous

    Responder

  29. Responder

  30. By Jardiel Brasileiro

    Responder

  31. By Anonymous

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *