Vingadores – Ultimato

post sobre o filme vingadores ultimato

Todos atenderam ao Ultimato

Alerta de spoilers!!! Ah, se você não viu até hoje, não pode considerar spoilers também. Vingadores Guerra Infinita e Ultimato são um marco na indústria cinematográfica, isto porque, não foi o primeiro filme que terminou sem final, mas sem dúvidas, foi o mais exitoso em manter a expectativa dos telespectadores para a continuação. Este último, por sinal, no momento que este texto está sendo escrito, é o segundo maior filme de arrecadação da história.

 

Se a aleatoriedade foi a justiça encontrada pelo vilão Thanos para matar 50% da vida em Guerra Infinita e deixar o mundo em equilíbrio face a demanda de recursos (demonstrando que o mal também tem sua lógica moral para justificar suas barbaridades), ultimato é o filme que mostra os heróis desfazendo o genocídio da vida e em contrapartida, matando 100% do mal presente naquela batalha.

 

Não quero fazer nenhuma relação com o roteiro. Quero falar sobre a polêmica que houve durante o período de exibição do filme.

A outra guerra

Uma famosa atriz e algumas pessoas ligadas ao cinema brasileiro reclamaram que as salas de cinema estavam preferindo passar Vingadores – Ultimato a De pernas para o ar 03 (comédia nacional).

 

Não sei se o leitor sabe mas existe regulamentação para colocar filme brasileiro em tela nos cinemas. Além de quantidade de títulos (produções), existe a quantidade de dias que eles devem ficar em cartaz.

 

É sobre essa policiologia que quero falar. Ultimato é um dos maiores filmes da história. Aguardado por um ano de expectativas pelos fãs. Não adianta o Estado intervir no mercado dizendo ao consumidor o que ele tem ou deve consumir. Isso é algo natural. Lei da oferta e procura.

 

Você não é fiscalizado somente pela polícia fardada que vê ou investigado pela polícia civil e federal. Eu e você somos policializados por diversos órgãos da sociedade, mas respeitada as opiniões diversas nacionalistas, algumas não fazem qualquer sentido.

 

Sabe por quê? Porque eu saí da minha cidade com um grupo de amigos, 22hs, rumo a outra cidade, pra assistir Ultimato dublado (se for pra ficar lendo legendas 03hs eu tô perdido, e de inglês eu só entendo: the book on the table…), 3D (bem mais top), tive que pedir um colega pra comprar o ingresso antecipado, peguei fila para entrar, e isso tudo porque eu fui já na segunda semana.

 

Enquanto outras salas poderiam também estar passando o filme para atender tal demanda, estavam ocupadas passando um filme que não havia procura pelo tal. Uma perda de tempo e dinheiro.

É possível

Eu não sou contra o incentivo da cultura nacional, mas isso deve ser feito elevando o nível das produções e não obrigando o consumidor a ver o que não quer. E sim, o cinema nacional tem capacidade de produzir filmes atrativos. É só ver o sucesso que foi Tropa de Elite.

 

Não adianta forçar. A lei natural da oferta e procura é maior que a lei imposta. Fui, vi, gostei. E meu filho já aprendeu a “soltar poder” na mamãe. Estica a mãozinha e faz igual o homem de ferro enquanto eu saio voando com eles pelas altas madrugadas sem sono.

 

Poderiam aproveitar e revogar no Brasil uma série de leis e recomendações sem sentido. Facilitaria o trabalho da polícia. Melhoraria para o cidadão.


Curtam a nossa página no Instagram (@queroserpolicia).

Comments

  1. By Wisllas

    Responder

  2. By Giselle

    Responder

  3. By Lucas

    Responder

  4. By Sebastião

    Responder

  5. Responder

    • By Weslley

      Responder

  6. By Rodiney

    Responder

    • By Weslley

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *