Treinando para o TAF

militares fazendo taf com toras de madeira
Fonte Imagem
Olá galera, tudo certo?
Bom, um colega aqui do Blog me pediu para falar sobre o meu treinamento para o TAF. Eu particularmente, não acho que estou fazendo um super treino, até porque sempre fui fisicamente ativo. Contudo, espero que esta postagem possa ajudá-los a prepararem as suas rotinas de treinamentos.
Antes de falar sobre a “correria” é importante dizer que quando comecei a treinar eu tinha perdido 6 Kg. Perco peso fácil quando estou sob situações muito estressantes, o que implica dizer que estava com o organismo fragilizado.
Então, depois que fiz os exames médicos comecei a fazer uma suplementação a base de proteínas e creatina. Recuperei o peso rapidinho!
Seguindo, estruturei minha rotina assim:
Segunda(musculação dos membros inferiores, abdominais e barra fixa), terça (corrida de 2400m e musculação de membros superiores), quarta (natação e o mesmo treino da segunda), quinta (o mesmo treino da terça), sexta (natação e o mesmo treino da segunda) e sábado (o mesmo treino da terça, incluindo o treino do tiro de 50 m).
 
Natação– foi o que menos treinei, pois para fazer as aulas tenho que ir para outra cidade. Então, fiz apenas 3 aulas até agora, mas como já sabia me deslocar usando a técnica do Craw, fiquei confiante para o TAF, pois minha média de tempo é 24 segundos (descansado) e 26 segundos (extremamente cansado).
Corrida de 2400m– nesse quesito, eu faço um treino gradual. Corro três vezes na semana em dias intervalados, para dar o tempo certo de descanso (48h). Sendo que: no primeiro dia faço um trote pouco intenso, no segundo dia faço uma corrida para ficar no tempo da TAF e no terceiro dia aumento a intensidade para baixar o meu tempo. Por enquanto, minha média está em 11m e 15 segundos, mas acredito que até o TAF coseguirei baixar esse tempo.
Tiro de 50m– É o que sinto mais dificuldade para treinar. Logo no início, fazia 3 treinos na semana, porém reduzir para um ou dois treinos porque comecei a sentir dores no joelho, e percebi que era por causa dos tiros. Nesse treinamento eu faço, em média, 9 tiros. Os 3 primeiros em uma distância de 10m, os outros 3 tiros em uma distância de 30m e os 3 últimos, faço os 50m. Mas, apenas o último tiro é o que eu marco o tempo. Esporadicamente, eu marco o tempo dos 50m estando descansado para medir a evolução. Meu tempo médio é de 7,30 seg. Tenho que baixar esse tempo para me sentir mais confiante nesse teste. Obs. Se for treinar o tiro 2 vezes na semana faça-os em dias distantes. Ex: no início da semana e no final, lembrando que o treinamento de corridas curtas têm altos índices de ocorrência de lesões, por isso – não exagere!
Barra fixa– É o que tenho menos dificuldade, mas mesmo assim treino 3 vezes na semana. Faço 3 séries de 5 repetições cada e escolho um dia na semana para fazer o meu máximo. Minha média é de 12 repetições.
Bom, eu não precisei procurar um profissional para montar a minha rotina, pois eu sou formado em Educação Física e conheço o meu corpo e as minhas limitações. Então, se sentir dificuldades procure um profissional pra te ajudar e não perca tempo.
Se você se dedicar, em 2 ou 3 semanas já verá grandes resultados.
Valeu galera, espero ter ajudado!!

Comments

  1. Responder

    • Responder

    • Responder

  2. By Sílvio

    Responder

    • Responder

  3. Responder

  4. By Anonymous

    Responder

    • Responder

    • By Anonymous

      Responder

    • Responder

  5. Responder

  6. Responder

  7. Responder

    • Responder

    • Responder

  8. Responder

    • Responder

  9. Responder

  10. By Anonymous

    Responder

    • Responder

    • By Anonymous

      Responder

    • Responder

  11. By Anonymous

    Responder

    • Responder

  12. Responder

  13. Responder

  14. Responder

  15. By RACKEL

    Responder

  16. Responder

  17. By Luiz

    Responder

  18. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *