Redação nota 9

Por Al OF PM Cleber Novais (aprovado no CFO-2012/nota 9)

(CFO PM-BA 2012) A influência do crescimento urbano desordenado na violência que assola os grandes centros metropolitanos.

O Brasil enfrenta uma das maiores crises na Segurança Pública nas últimas décadas, apresentando elevados índices de violência decorrentes do crescimento urbano desordenado e da falta de efetividade das políticas sociais existentes.

O reduzido incentivo oferecido à zona rural do país gerou a saída da população do campo rumo às cidades em busca de emprego, qualificação, moradia e educação. Estas, na maioria das vezes sem um plano diretor urbano, absorveram tal contingente sem oferecer infraestrutura básica, ocasionando problemas sociais diversos como as elevadas taxas de violência.

A falta de efetividade das políticas sociais como o acesso à educação, moradia, emprego, cultura e lazer públicos agravou o problema, pois os cidadãos são impedidos de usufruir integralmente de tais direitos fundamentais ficando vulneráveis à prática de condutas violentas.

Segundo dados da 6ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o estado da Bahia registrou no ano de 2011 4.380 homicídios, liderando o ranking nacional. Neste mesmo período, houve um aumento de 30,8% no orçamento do setor, o que não reduziu a alta taxa de homicídio no estado que é de 31,1 mortes a cada 100 mil habitantes, demonstrando assim que para reduzir a violência não bastam investimentos na repressão de tais delitos, mas na prevenção através do fortalecimento da infraestrutura das cidades.

Em vista dos argumentos apresentados, conclui-se que o crescimento urbano desordenado e falta de efetividade das políticas sociais são entraves para combater a violência que assola tais locais, necessitando assim de uma maior fiscalização do Ministério das Cidades no que tange à consolidação de um plano diretor urbano efetivo para tais zonas.

Comments

  1. By Jordão Vieira

    Responder

    • By Cleber Novais

      Responder

      • By Jordão Vieira

        Responder

  2. By Rafael

    Responder

    • By Cleber Novais

      Responder

  3. By thainar santos

    Responder

    • By Cleber Novais

      Responder

  4. By Gledson

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

    • By Cleber Novais

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *