Porte de arma de fogo a paisana

Olá meus nobres

Desde que ingressei na Briosa corporação da Polícia Militar, acompanho discussões sobre o porte da arma de fogo fora do serviço. Eu sempre achei que o policial deveria andar armado, até para ir ao banheiro. Nunca se sabe!

Mas nos últimos tempos tenho refletido sobre esta situação e vejo que nem sempre estar armado é sinônimo de segurança. Não é o fato apenas de estar com a arma, mas as circunstâncias da situação. Vamos aqui tentar elencar algumas possibilidades.

Pontos positivos

O policial armado poderá se defender de um roubo provocado por um bandido portando arma de fogo;

O policial se expõe prendendo marginais e por isso deve andar atento quanto a ataques de bandidos em busca de vingança;

O polícia poderá ainda, havendo oportunidade, defender bens próprios ou de terceiros, ou até a vida, quando estes estiverem sendo ameaçados por bandidos.

Pontos negativos

O policial poderá ser reconhecido por estar armado e isso gerar a motivação para um crime;

O policial poderá morrer ao tentar reagir;

O policial poderá pôr em risco a vida de terceiros ao reagir;

O erro na utilização da arma de fogo poderá pôr fim à carreira do policial, provocando a sua demissão e até mesmo a sua prisão.

Conclusão

É difícil chegarmos a uma síntese dessa contradição, mas acredito que – para os adeptos do uso –  uma das poucas alternativas seria: treinamento, disciplina e muita atenção durante a rotina diária. Certo que de nada adianta treinamento quando se é surpreendido, contudo, pode-se reduzir – e muito – esta surpresa se andarmos atentos a tudo e a todos, além de nunca abrirmos mão dos procedimentos de segurança. Outra coisa é sobre a disciplina e o treinamento, pois, se for para andar armado sem treinar é melhor andar desarmado.

Treine constantemente os saques da sua arma em diversas posições e situações, experimente a melhor posição para a sua arma na cintura e ao dirigir, saque a sua arma dirigindo, faça esses exercícios no estande com tiro real. Treine, treine e treine, apenas assim ganhará confiança em portar o seu armamento com segurança.

O fato de estar armado ou desarmado não vai te livrar do mal, mas a falta de convicção poderá te matar. Opte pelo que achar mais seguro, mas faça essa opção sabendo, exatamente, o que tem que ser feito quando o “bicho pegar”.

Haja o que houver, a escolha será sempre sua!

Comments

  1. By Matheus Pitanga

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  2. By Lucas Andrade

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  3. By Aquino

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  4. By Carlos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *