Estudo para concurso: saiba como passar

menina fazendo prova, post sobre estudo para concurso

Por RAFAEL MACHADOAspirante da PMMG

O Estudo correto te levará a aprovação

O primeiro passo para se chegar algum lugar, é sem dúvidas definir onde se deseja ir, e com concursos públicos não é diferente.

Para quem está fora do mundo dos concursos, pode parecer que concurso é tudo a mesma coisa, no entanto quem assim pensa está muito enganado. Cada concurso possui seu conjunto de matérias, cada banca possui suas características, e cada órgão tem suas preferências.

A exemplo, ao se estudar direito administrativo para uma prova de técnico do TRT, deve-se focar a maior parte do estudo em leitura da lei seca, tendo em vista que as questões cobram conhecimentos muito rasos. Por outro lado, caso o certame seja para analista do TRT, a maior parte do estudo deve ser focado na doutrina, pois cobra-se conhecimentos mais aprofundados.

A escolha do concurso almejado deve ser baseada em várias perguntas: quanto tempo posso esperar? Sou casado ou solteiro? Trabalho? Tenho alguém pra me bancar?

Estudar para magistratura não é como estudar para a PRF. Por falar em PRF, esse é um daqueles certames isolados, onde o edital guarda pouco relação com outros, assim como ocorre com a PF. E o que isso tem a haver? Bem, imaginemos que, se você estudar para analista do TRT ou técnico, você também pode tentar certames dos TRE’s e dos TJ’s. As matérias básicas para esses certames são as mesmas (constitucional; administrativo; civil; processo civil; português; e informática). Estando as matérias básicas na “ponta da língua”, caso surja um edital do TRE, você terá que estudar basicamente direito eleitoral, caso seja TRT você estudará direito do trabalho e processo do trabalho, e assim será com o TJ.

No entanto, para alguns concursos “isolados” como PRF e PF, você não terá esse leque de opções.

Outro exemplo, excelente para quem possui formação superior em área diversa do direito, são os editais da área fiscal, com salários que chegam a mais de 30 mil em alguns estados. Quase que mensalmente, tem-se a publicação de um edital na área fiscal, pois temos concursos municipais, estaduais e federais, sendo que, as matérias possuem estreita relação entre si, desse modo, ao se estudar as matérias básicas, com o lançamento do edital, faz-se apenas as complementações, conforme citei acima.

Para fechar os exemplos, a área bancária poderia ser citada como um leque de oportunidades, enquanto que o INSS seria um concurso isolado. Na minha humilde opinião, a não ser que seja seu sonho, esses concursos isolados devem ser evitados.

Por fim, conforme eu disse, tenha um foco, defina alvos, considere suas condições de vida atual, e assim busque seu objetivo de maneira específica.

Somente após escolher alvos concretos é que será possível montar um plano de estudo, tema do próximo artigo.

Curta também o nosso último post e a nossa página no Facebook-QSP.

Abraços

Comments

  1. By Daniel

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *