Como estudar para um concurso?

Os primeiros passos para o sucesso Olá guerreiros concurseiros! Imagino que esta pergunta não deve sair da sua cabeça, não é? Para aqueles que já estão nesta estrada há algum tempo deve ser mais fácil responder, mas para os que estão trilhando este caminho ou que ainda nem começou a caminhar, é uma pergunta difícil

Retrospectiva de um ano qualquer

Início de ano é só coisa boa Janeiro: “Tragédia; chacina na baixada em virada de ano deixa 06 mortos” Fevereiro: (quarta-feira de cinzas) “Cresce o número de acidentes nas estradas federais na volta do feriado”. Março: “Briga entre torcedores de organizadas deixa 02 mortos e rastro de destruição”. Abril: “Confiança nas polícias é a menor

Então é Natal

by: Cap PM Carla – Muriaé Rou Rou Rou (porque sou brasileira e mineira da gema) … Então é Natal! De repente todas as coisas param e entramos num ritmo acelerado de caça à felicidade. E utilizando da desculpa de que trata-se de um tal espírito natalino (criado pela mídia para ficarmos endividados, bêbados e

Empatia

A empatia da capoeira? Há alguns anos, em treino de capoeira, um dos meus colegas estava tentando realizar um salto mortal, daqueles mais simples, nada de outro mundo não. O problema é que ele sempre caia de joelhos. Sem aumentar e nem diminuir nada, foram umas 30 tentativas. Imagina aí o estado do joelho do

Casa de caixa

Brincadeira de criança Pra quem acompanha os posts deste site sabe que minha infância deveras difícil. Logo, não tinha carrinhos de controle remoto, heróis da Marwel, etc. Carrinhos eram feitos de sabuco de milho. Boizinhos eram feitos de pepino. Diversão era soltar papagaio e jogar bola de meia. Vez ou outra ganhava uma bola de “dente

Hierarquia vem de casa

O homem da casa Vou iniciar hoje fazendo uma pergunta básica a cada um que estiver lendo este texto: você lembra da expressão “homem da casa”? Muitas vezes atribuída ao nosso pai, contudo, na ausência dele o filho mais velho assume esta responsabilidade de cuidar da casa e dos irmãos mais novos. Situações assim aconteceram

O menor do zignaw

Sem a menor vergonha Hoje vou compartilhar mais uma experiência da área. Esta história já tem um tempo, mas para contá-la eu teria que, antes de tudo, assumir que “tomei um zignaw” (expressão usada na Bahia que quer dizer: fui enganado) de uma criança. Antes de relatar gostaria de saber qual a sua opinião sobre

A rua das oportunidades

Na rua, uma casa de oportunidades Minha avó paterna conta que no dia em que ela se casou e chegou na casa onde moraria com meu avô ela chorou. Havia uma canoa de arroz no meio da sala. Não era tristeza pelo objeto esquisito que não servia de enfeite e estragava a decoração (?). Era

Um país grávido (?)

Minha esposa está grávida. Conheci, então, uma mulher que estava oculta em algum lugar. Surgiram comportamentos e sentimentos que eu desconhecia. Aliás, não é de hoje que eu digo que namorei com Rute e casei com Raquel. Ficou extremamente sensível, esquecida e instável. Sensível, pois até elogios são interpretados de forma a distorcer os sentidos

Educação Financeira

  Deseducação financeira Olá meus nobres. Iniciarei o texto hoje com uma frase que ouvi em um dos primeiros dias de aula na Academia de Polícia: “Se vocês estão aqui por causa do dinheiro, vão embora; se queriam enricar, estão no lugar errado”, (risos). Eu como aluno (ser sem luz), acreditei e até reproduzi essa

Hakuna Matata: o Brasil da Disney

Sem matata Hakuna Matata é uma frase em suaíle, língua falada na África oriental; é uma expressão que tem sentido de “vida longa”, ou “viva”. De maneira mais formal, “hakuna” significa “não há” e “matata” significa “preocupação” ou “problema” (não há preocupações ou problemas). Esta frase ganhou notoriedade graças ao filme O Rei Leão, onde

A carne tupiniquim e o açougueiro charlatão

A vida na roça Nascido na roça, entendo alguma coisa sobre frutas e legumes. Meu pai trabalhava com isso. Pouco sei sobre animais… O resultado disso era meu ódio mortal para fazer uma atividade que deveria ser simples: comprar carne. “Vai lá na rua e compra 1kg de carne” – ordenava a matriarca. A distância

A gaiola de codornas

A tragédia das codornas Tenho dois irmãos. Um deles é especialista em economia. Sabe tudo da Escola Austríaca de Economia, Curva de Laffer, Libertarianismo, ética utilitária. Só não arruma sua própria cama e nem consegue se manter sozinho sem ajuda do Poderoso Estado, leia-se, os pais. O outro é normal mesmo… Certo dia ambos se

Operações na Caatinga

A Caatinga Aproveitando que estamos no mês de outubro e no ano das eleições que mais puseram os nordestinos em foco; e que também neste mês se comemora o dia do sertanejo (08/10), aproveitarei para falar do nosso amado bioma de Caatinga, um dos piores lugares para se travar um combate policial. A Caatinga, bioma

O jogo de WAR

O WAR do dia-a-dia Você já jogou WAR? Aquele jogo de dados em que você recebe uma missão e deve cumpri-la… Pois bem, a vida as vezes parece um jogo de WAR, principalmente na polícia. Tem dia que parece que a carta que eu tirei como missão é: você deverá destruir todos os seus adversários