Disciplina nossa de cada dia

post menina fazendo flexao disciplina

Disciplina até “correr doido”

Já falei sobre hierarquia e hoje vou falar sobre outro pilar da vida militar. Mas será mesmo que este é um privilégio de militares? Já vi muitos amigos “civis folgados” (brincadeira) falarem que jamais se adaptariam em uma profissão militar; matricular o filho em Colégio, ixi… nem pensar! Aí se você pergunta o motivo, só sabem dizer que lá é muito rígido e que o filho vai “correr doido” (já viu esta expressão?).

Disciplina na escola

Vamos lá! Pensemos na rotina de outro colégio público: a aula está marcada para iniciar às 07h, mas o aluno chega 07h10, jogo o xaveco no porteiro e consegue entrar; o regulamento do colégio diz que o uniforme é calça jeans azul, sapato preto e a camisa do colégio, mas a aluna vem com uma calça preta de brim e consegue entrar; o regulamento proíbe o uso de bonés, mas o aluno “bichão” consegue entrar de boné e batidão. Tudo errado!

Mas se pudéssemos fazer uma investigação com estes alunos relapsos, para não dizer “rebeldes”, veríamos que são os mesmo que brigam na rua, mentem para os pais e amigos, e nunca cumprem uma tarefa da forma que lhe é pedido (antes que me questionem: não, eu não fiz nenhuma pesquisa científica para chegar esta conclusão, estou apenas supondo mesmo).

Quem não é visto… (quem souber, completa aí)

Agora vamos ver o Colégio Militar: A aula começa às 07h00, às 06h45, todos em forma para a conferência do uniforme, cabelo e barba; se o aluno chegar às 06h46, ele até entrará, mas será comunicado e punido; se tiver alteração no uniforme, será comunicado e punido; boné, brinco, piercing, cabelo grande, nem pensar (qual o adolescente que quer perder o fim de semana limpando de sala de aula e esfregando carteiras?).

Conceitos que ninguém gosta de ler

Disciplina é a rigorosa observância e o acatamento integral das leis, regulamentos, normas e disposições que fundamentam o organismo policial-militar […] perfeito cumprimento do dever por parte de todos e de cada um dos componentes desse organismo (trecho retirado do Estatuto da Polícia Militar da Bahia).

Trocando em miúdos

Disciplina: se é norma legal e respeita a moralidade, cumpra a zorra. A disciplina é um pilar militar, contudo, ainda vemos muitas anomalias na caserna. Uma coisa simples que observo muito é a resposta a uma continência; vejo que ainda existem muitos graduados e oficiais que recebem a continência, mas não a devolvem; o regulamento é claro: “Todo militar deve, obrigatoriamente, retribuir a continência que lhe é prestada” (Reg.de Continência do Exército Brasileiro, art. 14, § 3º). Parece besteira, mas aquele que presta a continência está fazendo a sua parte, você não!

Claro, os meus “bois de piranha” hoje foram as normas das escolas públicas que não são cumpridas, os rebeldes sem causa e a simples resposta de uma continência; mas poderia ser inúmeras outras coisas. A questão é que, na verdade, já tem uns dois ou três textos que eu estou querendo te provar que o Militarismo é lindo, na sua essência (percebeu não?), o problema são os homens. Alguns desses vestem farda, outros jalecos e outros gravatas, mas no final são sempre eles os protagonistas das relações sociais.


Gostaram do texto? Então divulga essa bagaça aí e deixa seus comentários também! Curtam lá o nosso FACEBOOK-QSP e também a página no Instagram (@queroserpolicia).

Comments

  1. By Gerson Rocha de Souza

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  2. By Valdeci

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  3. By Glaydson de Souza ferreira

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  4. By Rodiney

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  5. By Luíza Helena

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  6. By Shonny Carvalho

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *