Mensagem de um Futuro Alof-PMBA

continência da tropa de futuros policiais pmba

Por Futuro Alof-PMBA

Poucas profissões do país exigem tanto quanto a de Policial, principalmente o Militar que desde o sonho já enfrenta dificuldades, pois nos deparamos com milhares de candidatos que possuem o mesmo sonho e muitos anos após anos persistem nele.
O que torna essa profissão tão almejada por alguns? Será apenas o sonho? Eu nunca sonhei em ser policial, já pensei em ser militar (mas nunca cisne branco claro) quando adolescente, mas a policia sempre vi de forma anárquica, como força repressora da liberdade, como seres alienados com armas em mãos.
Então, fui estudar publicidade, trabalhar em agência, montar uma pequena agência e ficar quebrado, então pensei: só me resta fazer concurso público, comecei a estudar para PF e surgiu PM da Bahia, logo surgiram palavras discriminatórias: você vai ser “soldadinho” de polícia, mas pensei; é melhor ser soldado de polícia do que publicitário duro e desempregado. Então passei no concurso, 3 meses sem grana, traquejo 9 meses, mas 2 meses sem grana de soldado e pensei; rapaz que zorra é essa, tomo um traquejo retado ainda fico nessa agonia para receber dinheiro. Mas como tudo na vida, isso passou, me vi policial militar, e não é que gostei!
Porém, o que mas amo na minha profissão é que não importa onde chegamos, o que realmente importa é qual caminhos percorremos. Poucos profissionais poderão dizer que lutaram, sangraram, choraram, para alcançar seus objetivos, mas na PM isso é constante, lutamos contra discriminação, contra a indiferença de uma sociedade, e até mesmo contra nossos pares, mas o gostoso é dizer que conseguimos!
Por isso, não importa se hoje VOCÊ É ALOF, o que você vai sempre lembrar é da sua luta para perder peso, suas horas de estudo, seu cansaço físico e mental que te conduziram até aqui.

Comments

  1. Responder

  2. Responder

    • Responder

  3. Responder

    • Responder

  4. Responder

  5. Responder

    • Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *