Invictus: uma missão a cumprir

Invictus: o sonho  a conquistar

Invictus, poema de William Ernest, é também o nome pelo qual é chamada a 3º companhia de Cadetes da APM BA 2013. Em princípio, nada têm haver as duas coisas. Mas apenas, em princípio!!
Digo isto porque o poema trata de aspectos muito importantes da personalidade de um homem aguerrido, assim como é o Policial Militar que: “sob as garras cruéis das circunstancias, não treme e nem se desespera, e mesmo com a cabeça a sangrar, a mantém erguida”.
Este trecho foi escrito em 1875, mas parece que foi ontem. A intenção de William não foi falar sobre policiais, contudo suas palavras servem – até hoje – como inspiração para os que nutrem idéias e convicções semelhantes às dele. Inspira aos que “No difícil encontram a verdade”.
Assim como os Cadetes, Mandela foi outro que “bebeu” deste poema quando disse: “não importa quão estreito o portão, quão repleta de castigo a sentença, eu sou o senhor de meu destino, eu sou o capitão de minha alma”. O líder político afirmou que várias foram as vezes que precisou ler e reler este texto para buscar forças para continuar a sua luta.
Sendo assim, qual o real significado de ser chamado de Invictus?
Não é difícil perceber nas palavras do poeta que esta missão não é para qualquer um, pois, são poucos os homens que resistem à dor por um objetivo, que colocam suas vidas em risco para salvar a de outrem e que se dispõem a acordar quando todos dormem.
Ao contrário do que o senso comum indica, Invictus não significa invencibilidade, designa sim, aquele que, por sua atitude, jamais desistirá diante das adversidades e que não medirá esforços para fazer o que é justo, sem se perder no caminho e sem contaminar a sua essência.
Por fim, olhe para a sua história e para o seu futuro, olhe também para o exemplo do grande líder Nelson Mandela, leia e releia as palavras do poeta. E se a partir disto se sentir capaz de cumprir a missão, poderá dizer então: Eu sou Invictus!
 
 
 
 

Comments

  1. Responder

  2. Responder

  3. Responder

    • Responder

  4. By Tito

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *