Greve da Polícia Federal: é fato

 O fato é…

Agora é pra valer! “A Polícia Federal entra em Greve” por tempo indeterminado. Aonde iremos parar com tanta insatisfação por parte dos servidores públicos e em especial, da Segurança Pública do País do Carnaval? Sigamos os passos desse movimento. 

Vejam o início da paralisação: 

Policiais federais de 25 Estados e o Distrito Federal aderiram à greve convocada pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) nesta terça-feira. Até as 11h de hoje, apenas o Rio de Janeiro não havia aderido ao movimento grevista. 

O presidente da Fenapef, Marcos Wink, lamentou a ausência do Rio de Janeiro, um dos Estados com maior efetivo do Brasil. “É lamentável que até o presente momento o Rio de Janeiro esteja fora deste movimento de luta dos colegas de todo o Brasil”, disse Wink. 

No restante do Brasil, os servidores pedem a reestruturação da carreira dos agentes, escrivães e papiloscopistas, melhoria salarial e concursos para os cargos do plano especial de cargos (PEC). Segundo o Conselho da Federação Nacional dos Policiais Federais, a expectativa é que o efetivo seja reduzido em 70%, o que deverá prejudicar o trabalho de emissão de passaportes, as investigações e os serviços de delegacia. Apenas as operações de fiscalização nas fronteiras, aeroportos e portos devem ser mantidas. 

Comments

  1. Responder

    • Responder

  2. Responder

    • Responder

  3. Responder

    • Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *