Entrevista com o Aspirante a Oficial-PM Arão Durval

Ao longo dessa minha curta trajetória de concurseiro-PM sempre tive muita curiosidade em saber mais sobre a realidade da vida profissional dos Policiais e também sobre o que realmente pensam sobre assuntos inerentes a sua profissão. Hoje, estreamos mais uma Categoria de postagem em nosso Blog: Entrevistando a Polícia. Nada melhor para inaugurar este post do que um “Aspira-PM”.
Nome Arão Durval;
Formação: Bacharel em Segurança Pública e Defesa social pela Academia de Polícia Militar (2008-2011). Graduando em direito pela     Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; 
Atuação profissional: Aspirante-a-oficial da PMBA, lotado na 34ª CIPM-Brumado.
Arão Durval concedeu esta entrevista exclusiva ao Quero ser Polícia. Confiram:
 1.    Você tem quanto tempo de corporação? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Tenho três (3) anos e nove (9) meses na PMBA.
2.    Qual foi a sua motivação para entrar na Polícia? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Realização profissional. Sempre tive comigo um ideal de justiça e de querer fazer algo pela sociedade, também optei em entrar na PMBA, pois seria uma maneira de conquistar a estabilidade econômica.
3.    O que você acha da formação dos soldados e oficiais da Polícia Militar da Bahia? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Infelizmente os cursos de formação vêm deixando muito a desejar, por uma série de fatores que vão desde a estrutura física dos núcleos de formação até os currículos desenvolvidos para a formação. Não se pode deixar de relatar a falta de incentivo para os instrutores que ministram os componentes curriculares que ganham apenas a quantia de R$ 13,50 por h/aula como honorário de ensino. As polícias militares do Brasil passam por uma crise de identidade, não sabem qual o perfil de policial que realmente querem e essa dúvida é traduzida na formação.
4.    Você é feliz integrando a PMBA? Por quê? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Sou muito feliz, pois estou fazendo o que gosto, me sinto útil, não me sinto um profissional dispensável. Amo muito a minha profissão e tento fazer o melhor para ajudar a construir uma instituição sólida, marcada pela ética e responsabilidade.
5.    O que você acha do modelo de segurança pública do Brasil? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: A CF em seu Art. 144 traz uma divisão bem didática dos órgãos de segurança pública e de suas funções, mas quando observamos a realidade vemos algo distante da letra constitucional. Não há efetividade em alguns órgãos, infelizmente durante o período pós democratização a segurança pública no Brasil foi segregada e sufocada, dando margem a uma situação bastante desconfortável.
6.    Você concorda que a Bahia estará pronta, em nível de segurança pública, para enfrentar a realização da Copa do Mundo de Futebol em 2014? Por quê? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Penso que não só a Bahia, mas que todos os Estados do Brasil terão grande dificuldade nesse âmbito. Mas vejo um esforço nesse sentido, foram abertos concursos e contratados milhares de profissionais de segurança pública no Estado, mas muito mais terá que ser feito para atender a demanda de um evento da grandiosidade de uma copa do Mundo.
7.    Por fim, que dica você daria para aqueles que estão querendo ingressar na Polícia Militar em algum lugar do Brasil? (Blog Quero ser Polícia)
Asp. Arão: Incentivo e digo-lhes que estarão fazendo parte de uma corporação composta de homens de valor, e que quando adentrarem as fileiras das PMS mostrem garra, dedicação e vontade de aprimorar o que já existe.

Comments

  1. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *