SEALs: tropa de elite da marinha – EUA

seals post sobre a tropa de elite da marinha americana

Quem são os SEALs?

Criadas durante a 2ª Guerra Mundial, as unidades Seals – Sea (mar), Air (ar) e Land (terra) – da Marinha americana ganharam notoriedade internacional desde que uma das suas unidades – o Six Team “time seis” – atuou na localização do terrorista Osama bin Laden. O governo americano utilizou esta tropa de elite por serem militares especializados em missões de precisão e historicamente submetidos a treinamentos extremos.

Para fazer parte do SIX TEAM (unidade especializada de SEALs) o militar tem que ter 5 anos de formado no BUD/S e pelo menos uma missão real. Ressalta-se que apenas os Militares da Marinha Americana podem compor os quadros dos SEALs, ou seja, nem o Exército, nem a Aeronáutica, tão pouco os Fuzileiros Navais Americanos poderão fazer parte da Unidade em questão.

Segundo a mídia americana, os agentes Seals são preparados para entrar e sair rapidamente de cena realizando tarefas como recolhimento de dados para inteligência, destruição de alvos específicos e resgates. Com ações fora do protocolo militar, os grupos são designados para missões com nível secreto, muitas vezes sem respeitar os limites das leis internacionais.

O que são?

Os homens que se tornam membros dos Seals têm uma visão especialmente apurada, inteligência acima da média, e sua constituição genética lhes permite suportar muito fisicamente. Há homens muito qualificados para entrar, mas os que sobrevivem até o fim do treinamento são os “cavalos de guerra”.

Um SEAL segue os mesmos padrões militares de apresentação pessoal: cabelo cortado, barba feita e uniforme impecável. Porém, os componentes do SIX TEAM, em alguns momentos, podem ter este padrão alterado, de acordo com a missão em que for empregado.

O curso

seals post sobre a tropa de elite da marinha americana

Para ser um Seal é necessário passar pelo BUD/S (Basic Underwater Demolition/SEAL) – DEMOLIÇÃO SUBAQUÁTICA BÁSICA/SEAL. O curso tem a duração de 6 meses e este nome provem dos “homens-rã”, que surgiram durante a 2ª GUERRA MUNDIAL e tinham a missão desembarcar primeiro, desativar as minas subaquáticas e proporcionar um desembarque seguro para o resto da tropa; com o passar do tempo, os homens-rã passaram a fazer demolições de estradas e pontes com o intuito de minar as forças inimigas, passando a ser denominados de UDT (a célula embrionário que mais tarde veio a ser chamada de SEALs).

Há relatos que a média de desistências durante o treino dos Seal está entre 80% e 85% dos interessados. Existe uma semana, com ralação 24 horas por dia, que é conhecida como Hell Week. Nesta “semana do inferno” os candidatos são submetidos a atividades intensas, como pouco descanso, pouca comida e muito traquejo; os momentos de sono são raros e irregulares, e a alvorada é à base de muito estresse com munição de festim e granadas de efeito moral.

Equipamentos

Na lista de equipamentos essenciais e com alta tecnologia para atuação das Seals estão óculos de visão noturna, rifles com lançadores de granadas, submetralhadoras 9mm, pistolas e minas direcionais. Desde a 2ª Guerra, as unidades têm participado dos principais conflitos bélicos envolvendo os EUA, a exemplo das invasões do Iraque e Afeganistão, além da Guerra do Vietnã

Contribuições do Asp PM Teixeira

E AÍ, GOSTOU DA NOSSA POSTAGEM? VEJA TAMBÉM O NOSSO ÚLTIMO POST CLICANDO AQUI E CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK-QSP.

ABRAÇOS

Comments

  1. By Karlos Nascimento

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *