Divagações de uma criança

post sobre sísifo e a criança

Brincadeira de criança

Uma das brincadeiras que mais gostava quando pequeno, era descer de canoa nos morros da casa da minha avó. Na verdade, esse era o nome que nós “batizamos” a brincadeira, mas não sei ao certo o nome do “negócio” que a Palmeira produz e que nós entramos e descemos o morro escorregando. Quando a natureza não dava as caras, improvisávamos com papelão. Funcionava muito bem também. Quanto maior a velocidade de descida, maior a emoção, maiores os tombos e por aí vai… Nunca entendi o porque meu pai ficava só olhando as tardes de diversões e nunca participava. Lá na frente, você vai entender!

Essa semana eu prendi o mesmo sujeito pela enésima vez. Segue ficha dos dois últimos anos: 02 homicídios, 03 roubos, 03 ameaças, 02 desobediências, 01 estupro de vulnerável. É inacreditável que ele está na rua…

Contextualizando

Na mitologia grega, Sísifo era um homem condenado a empurrar uma pedra para o topo de um morro. Quando lá chegava, a pedra rolava e tudo iniciava novamente. Existem muitas interpretações e lições desta história, uma delas é que, o sentido da vida de Sísifo era exatamente a ausência de consciência da inutilidade e redundância de seu trabalho. A consciência lógica, racional, o levaria ao fim.

Meu pai não achava mais graça em brincar conosco pois o adulto é um ser racional. Vive no binômio energia x prazer. A energia que gastaria para subir tantas vezes aquele morro e repetir aquela tarefa não gerava o prazer necessário e recompensador, logo, não fazia.

Polícia e criança, o que há em comum?

Amigos me perguntam porque eu corro atrás de bandido (sic) se eu não ganho por produtividade, se a cada prisão que faço eu coloco mais em risco minha vida e também a carreira, afinal de contas, não faltam direitos as Vossas Excelências: os infratores. Cada dia mais a palavra do policial tem menos valor e aumentam o número de processos que levamos.

Bem, talvez seja a lógica da minha brincadeira de criança. Ainda não parei pra analisar o binômio energia x prazer e continuo subindo e descendo o morro atrás de algo que nem bem sei o que é. Talvez, ainda, a lógica de Sísifo, trabalhando para um sistema que quando chega lá em cima, não tem uma cela pra segurar a pedra, logo, a pedra desce rolando novamente, acabando com todo o planejamento do policiamento, colocando a sociedade contra as forças policiais, afinal de contas, lá está a mesma pedra, fazendo a mesma coisa, no mesmo lugar. A pedra desce esmagando carreiras e por vezes, lamentavelmente, diversos companheiros. E por que fazer?

Só faz quem é criança, quem tem motivação de uma criança, ignorando os riscos e vivendo pela alegria da vida, sem pensar demais… a recompensa exata, pra você, eu não sei, a minha está num versículo bíblico “… deixai vir a mim (Jesus) as criancinhas, pois delas é o reino dos céus…”.

Se gostou do nosso post curta a nossa página no FACEBOOK e também no Instagram!

Comments

  1. By Kariny

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  2. Responder

    • By Weslley

      Responder

  3. By Sérgio Mascarenhas

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  4. By Valdeci Faustino

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  5. By Jonatan

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  6. By Gilliard Cardoso

    Responder

  7. By Shonny Carvalho

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  8. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *