COVID-19 x Política: qual será o maior problema do Brasil?

O homi saiu!

Na última sexta-feira, 24/04/2020, os jornais esqueceram o coronavírus para noticiar a saída de Moro do governo federal e suas declarações, bem como a resposta do presidente, a réplica do ex-ministro, a “tréplica”, a “quádruplica”, a “quíntuplica”…

Quem tá errado?

Não vou entrar no mérito se é certo um ministro de Estado divulgar conversas com terceiros para embasar seu ponto de vista, pois me chamariam de Bolsominion, nem questionar se um presidente da república deveria confirmar a troca de um chefe da polícia pois a corporação está investigando amigos – “mais um motivo” – pois me chamariam de petista, anti-governo. Também não vou dizer que os dois estão certos ou errados pois aí eu seria isentão.

A invejinha…

Reportagens dão conta que a PF usará deste momento para tentar fazer andar um projeto parado no Congresso em que concede autonomia administrativa e financeira a corporação, libertando-se assim das amarras políticas em que está sujeita.

Tempos atrás, um delegado de um dos estados que compõe este país – que como dizem, não é para amadores – foi destituído do inquérito que presidia pois chegou próximo demais do dono de uma “capitania hereditária”.

No final, eu só me questiono se ser autônomo e afastado de ingerências políticas deveria ser requisitos de todas as polícias que defendem o Estado e a sociedade ou se, e somente se, estou com inveja dos colegas da PF. Deixe nos comentários.

Comments

  1. By Henrique

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  2. By Sebastião José da Silva

    Responder

  3. By Barbosa

    Responder

  4. By Rodiney

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  5. By Jordão Vieira

    Responder

  6. By Felipe Moraes

    Responder

    • By Weslley

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *