A copa do mundo: o paradoxo brasileiro

Na terra do futebol, era de se esperar que a Copa do Mundo fosse o evento mais esperado e desejado de todos os tempos no Brasil. Contudo, esta impressão não vem se confirmando nas opiniões e atitudes do povo brasileiro.

Segundo o site PLACAR, a copa do mundo custará para o país cerca de R$ 25 bilhões, sendo que será realizada com completa isenção de impostos para a FIFA, ou seja, à custa exclusiva do país sede, coisa inédita na história das Copas do Mundo de Futebol.

Este evento trará pessoas de várias partes do planeta e isso fará muito bem ao comércio nacional, além disso, os investimentos e construções realizados para este período poderão se tornar “importantes legados” os tupiniquins.

Entretanto, em um simples passeio pelas cidades-sede poderemos perceber que as mudanças se restringem à paisagem dos mega-estádios. Os problemas socioeconômicos do Brasil continuam os mesmos; a guerra urbana entre polícia e o crime organizado se intensificou e o povo continua insatisfeito com os seus governos.

Já era esperado que os problemas históricos, como são os do Brasil, não pudessem ser resolvidos, em apenas alguns anos, por causa de um evento esportivo. A questão aqui não é essa, a reflexão que os brasileiros estão fazendo se materializa nas respostas dos seguintes questionamentos: o que poderia ser feito com R$ 25 bilhões para melhorar as condições de vida do povo brasileiro? Qual é a nossa prioridade afinal?

Comments

  1. By Gledson

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *