Justiça: contramão dos justos

post sobre justiça e o que é justo

Mas afinal, o que a justiça?

Boa noite pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim… Hoje quero tratar de um tema bem delicado,  sensível e que causa bastante contradições: A Morte de bandidos por populares! Para alguns, trata-se de uma resposta rápida e precisa, acometida por um sentimento de justiça externada pelos populares diante  da impotência do Estado no que diz respeito a Segurança Pública. Para outros, um sentimento de maldade e covardia, principalmente àqueles que acreditam na ressocialização do indivíduo!

Lembro do meu primeiro semestre na faculdade em que tinha como tema de debate: o justo e a justiça! E, para explicar isso, tivemos que voltar no tempo em que não existiam leis expressas e o que imperava era o  direito do mais forte, ou seja, aquele mais poderoso era o detentor de tudo e todos. Superada essa fase, viu-se a necessidade de resguardar a vida e criar mecanismos para salvaguardar os bens e a segurança de seu usufruto, por isso criou-se o Estado e assim nasceram as leis. Cabe a nós e, principalmente ao Estado, o dever de assegurar os nossos direitos de uma forma efetiva!

Passado essa fase, hoje em dia  todos nós sabemos o que é certo e o que é errado, porém ainda não conseguimos distinguir o que é justo e o que é justiça, mesmo passados séculos ainda não sabemos diferenciá-los. Indago-me todos os dias se quando faço justiça estou sendo justo ou quando sou justo estou promovendo a justiça!!! Ficou um pouco confuso?!… rsrs.. Então vamos colocar um caso mais prático:  Vamos supor que um homem simulando estar armado rouba,xinga e agride clientes em um restaurante e de repente é surpreendido por populares que o aguardavam do lado de fora ao perceberem que Ele não estava armado. Resultado: foi linchado até a morte, sem chance de defesa!
Nesse caso, o que vocês acham? Os populares estão certos? A justiça foi feita?  Foi justa a atitude dos populares? Isso é uma resposta à insatisfação do povo com a impotência Estatal? Trata- se da maldade do ser humano de se aproveitar da “vulnerabilidade” do outro? Será que a punição (no caso a tortura e a morte) do ladrão foi a adequada ou a justiça seria feita se o mesmo fosse preso e conduzido à Delegacia? Etc.

Esses são alguns dos questionamentos que  tenho e ouço ao me deparar com situações do tipo. E  VOCÊS, o que acham?!!!

NÃO DEIXEM DE CURTIR A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK-QSP. SE NÃO VIU O NOSSO ÚLTIMO POST, CLIQUE AQUI.

Comments

  1. By Lucas Andrade

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *