A caverna do dragão

post sobre a caverna do dragão e a segurança pública do brasil

Quem nunca se viu na caverna do dragão?

Vou dar continuidade a um projeto de 04 textos comparando algum desenho a segurança pública. O primeiro já publicamos faz tempo. Se você não viu, clique AQUI.

Hoje falaremos do controverso e famoso desenho: A caverna do dragão. Percebi nas minhas viagens imaginárias que polícia e o referido desenho tem muito em comum. Vamos conferir?

A começar, os personagens são tirados de sua terra e lutam uma guerra pra voltar pra casa e sabe-se lá contra quem. Cada dia a adversidade é diferente.

Polícia sai de casa pra lutar uma guerra e seu maior objetivo é voltar para sua família. Conforme já falamos em alguns outros textos, também não sabemos ao certo qual é  o nosso “inimigo”. Cada dia, um desafio novo. Isso faz da profissão algo interessante e desafiador, mas a torna imprevisível.

Vamos aos personagens. Erick é o medroso da turma. Vai falar que não conhece um colega que tem medo até de bombinha de são joão?

Tem a moça que sua principal característica é desaparecer (Sheila). Oras, já viu aquele agente que some quando mais se precisa dele? Feriados, carnavais, virada de ano, sempre manda um atestado e some… vai vendo aí.

Tem aquele “cabrito” (Uniiiiiiiiii) que sempre fica pra trás e atrapalha os planos. Também não é difícil de achar uns “cabritos” andando armados. Lógico, se existe o unicórnio, tem o menino que protege o bicho (Bobby). Há um ditado que diz que o mal ( ou mau??? Kkkk) do protegido é o protetor. Tem sempre um pra tomar conta e defender quem não ajuda em nada. Será que só eu quando era pequeno já pensou – se fosse personagem daquele desenho – em comer um cabrito assado? Se já teve ideia melhor, deixa lá nos comentários…

O personagem Presto é aquele que acha que de dentro do seu chapéu vai surgir uma solução mágica para os problemas. Um dia, dentro da sala de aula, um professor da faculdade disse que se fosse comandante da Polícia resolveria os problemas de segurança. Pois é, o que não faltam é gente atrapalhada achando que resolve problemas sociais complexos com ideias e fórmulas mágicas. Tem “Prestos” dentro das instituições – que provam que não conseguem resolver os problemas da criminalidade – e fora dela – aí é igual técnico de futebol, todo mundo tem uma opinião sobre o tema.

Há aqueles valorosos que lutam sem cessar e não deixam a moral dos demais cair, sempre na esperança de um dia vencerem a batalha.

E por fim, acho que todos estão aguardando que eu fale dele: o Mestre dos Magos. Ah, esse sim, tal personagem [vale um parágrafo especial] surge do nada, some do nada, dá umas ordens que não levam ninguém a lugar nenhum. Mestre dos magos é o cara que nunca foi polícia. Nunca esteve a frente da batalha, mas adora dar palpite furado.

Há vários finais possíveis para caverna do dragão. Um dos mais surpreendentes diz que Mestre dos Magos, na verdade, é o inimigo. Bem, na guerra da Segurança Pública, identificar quem são os amigos e os inimigos a serem combatidos, já é um bom começo.


Gostou da CAVERNA DO DRAGÃO? Curta, compartilhe e acesse a nossa página no FACEBOOK-QSP e também no Instagram (@queroserpolicia)

Comments

  1. By Eliakim

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  2. By Eisler

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  3. By Emanuel

    Responder

  4. By Gerson Rocha de Souza

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  5. By Osmar

    Responder

  6. By Adnilson

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  7. By Felipe Tureta

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  8. By Jordão Vieira

    Responder

  9. By Sandro

    Responder

    • By Weslley

      Responder

  10. By Luíza Helena

    Responder

    • By Weslley

      Responder

      • By Luíza Helena

        Responder

        • By Weslley

          Responder

  11. By Matheus Bernardes da Silva Santos

    Responder

  12. By Wendel

    Responder

  13. By Leonardo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *