Author Archive

O roubo no uno e o três do poder

O sistema Uno Não, eu não tenho um (carro) uno e essa não é a história de alguém que teve seu veículo furtado / roubado. Essa é a história de um jovem que um dia foi na praia com mais dois casais de amigos e não tendo o que fazer a noite no apartamento, descobriu

Zero dois, meu filho vai nascer

Filho de polícia! Então, atendendo à pedidos de milhares de pessoas ( só duas mesmo), escreverei um texto sobre polícia e nascimento do meu filho. Sim, meu filho nasceu. O primeiro da Dinastia. Herdeiro do império “Diboletos para Pagare”, nação numerosa que cresce cotidianamente… É muito parecido comigo, embora como diga um amigo de farda,

Polícia: a cereja do Bolo

O panetone de cereja Chega de falar de meu casamento e expor ao ridículo as nossas façanhas de casal. É hora de falar do casamento alheio… Fomos passar o Natal na casa de uns primos da minha esposa. Chegando lá, encontramos uma mulher frustrada e um tanto quanto brava. Não dá pra acreditar que com

Você quer ser o Pink e o Cérebro ou Scooby doo?

Você conhece o desenho do Pink e o Cérebro? Confesso que passei algumas manhãs rindo da incompetência dos pobres ratinhos que tinham a famosa frase: “vamos dominar o mundo”. Já o Scooby doo era o desenho que uma turma esquisita e atrapalhada se metia em umas investigações ainda mais esquisitas e no final desvendava o

Retrospectiva de um ano qualquer

Início de ano é só coisa boa Janeiro: “Tragédia; chacina na baixada em virada de ano deixa 06 mortos” Fevereiro: (quarta-feira de cinzas) “Cresce o número de acidentes nas estradas federais na volta do feriado”. Março: “Briga entre torcedores de organizadas deixa 02 mortos e rastro de destruição”. Abril: “Confiança nas polícias é a menor

Então é Natal

by: Cap PM Carla – Muriaé Rou Rou Rou (porque sou brasileira e mineira da gema) … Então é Natal! De repente todas as coisas param e entramos num ritmo acelerado de caça à felicidade. E utilizando da desculpa de que trata-se de um tal espírito natalino (criado pela mídia para ficarmos endividados, bêbados e

Casa de caixa

Brincadeira de criança Pra quem acompanha os posts deste site sabe que minha infância deveras difícil. Logo, não tinha carrinhos de controle remoto, heróis da Marwel, etc. Carrinhos eram feitos de sabuco de milho. Boizinhos eram feitos de pepino. Diversão era soltar papagaio e jogar bola de meia. Vez ou outra ganhava uma bola de “dente

A rua das oportunidades

Na rua, uma casa de oportunidades Minha avó paterna conta que no dia em que ela se casou e chegou na casa onde moraria com meu avô ela chorou. Havia uma canoa de arroz no meio da sala. Não era tristeza pelo objeto esquisito que não servia de enfeite e estragava a decoração (?). Era

Um país grávido (?)

Minha esposa está grávida. Conheci, então, uma mulher que estava oculta em algum lugar. Surgiram comportamentos e sentimentos que eu desconhecia. Aliás, não é de hoje que eu digo que namorei com Rute e casei com Raquel. Ficou extremamente sensível, esquecida e instável. Sensível, pois até elogios são interpretados de forma a distorcer os sentidos

A carne tupiniquim e o açougueiro charlatão

A vida na roça Nascido na roça, entendo alguma coisa sobre frutas e legumes. Meu pai trabalhava com isso. Pouco sei sobre animais… O resultado disso era meu ódio mortal para fazer uma atividade que deveria ser simples: comprar carne. “Vai lá na rua e compra 1kg de carne” – ordenava a matriarca. A distância

A gaiola de codornas

A tragédia das codornas Tenho dois irmãos. Um deles é especialista em economia. Sabe tudo da Escola Austríaca de Economia, Curva de Laffer, Libertarianismo, ética utilitária. Só não arruma sua própria cama e nem consegue se manter sozinho sem ajuda do Poderoso Estado, leia-se, os pais. O outro é normal mesmo… Certo dia ambos se

O jogo de WAR

O WAR do dia-a-dia Você já jogou WAR? Aquele jogo de dados em que você recebe uma missão e deve cumpri-la… Pois bem, a vida as vezes parece um jogo de WAR, principalmente na polícia. Tem dia que parece que a carta que eu tirei como missão é: você deverá destruir todos os seus adversários

Parente esquerdista, esposa decidida

Não, não tenho nada contra. O mundo está meio chato. Certo dia, meu professor estava contando que fez a seguinte piada: “Vou liberar vocês (alunos) mais cedo, mas liguem pra casa pra avisar que estão chegando para não ter surpresas…”. Lógico, uma piada mais velha do que andar pra frente e que conota a possibilidade

Odeio abordagem policial: hipocrisia pura

Texto produzido por Wisllas – Guiricema Aviso providencial Pois bem. Vamos lá. Afirmo a todos os caros leitores que isso aqui é “fato venérico”. Este fato já acorreu há algum tempo. Um belo dia, eu transitava por uma de nossas rodovias, quando, do nada, motoristas piscavam farol em minha direção, fazendo sinal que havia, logo a

O roubo da vaga

Texto produzido por Isabela – Ubá PM o bicho papão É fácil perceber que, desde novos, as pessoas são ensinadas a respeitar os policiais. Frases como “vou te mandar de camburão’’, “quando eles passarem, se me desobedecer, você vai junto” e “se te levarem eu não visito na cadeia” marcaram a infância de quase todo