Aspirantes 2015: Invictus

capa de postagem sobre os aspirantes 2015

Foram 3 anos de curso, muitas dificuldades, angustias e posso dizer até um certo sofrimento. Sofreu aquele: que ficou longe de casa, que se manteve alojado, que teve que fazer escolhas quando não podia fazer, que acabou o relacionamento, que pôde se conhecer melhor e descobriu que não era tão bom assim, que se decepcionou com quem pensava que era seu amigo, que ficou “preso” no fim de semana, que se frustrou quando a caserna lhe impôs o “azar militar”, que foi obrigado a fazer o errado quando sabia o que era o certo. Enfim, o sofrimento chegou para aqueles que enterraram parte dos sonhos que nutriram, quando ainda olhavam de fora da “casa”.

Por outro lado, se enganou aquele: que tirou o 10 mesmo quando o mérito não foi só seu, que sempre arranchou primeiro furando a fila, que se apossou do que não lhe pertencia, que deixou de escolher melhor os seus amigos, que julgou sem se olhar no espelho, que cobrou dos mais modernos apenas para exercer seu “pseudo poder”, que sempre via na tela algo mais importante do que no quadro, que queria apenas uma profissão que lhe desse uma grana, que – no fundo no fundo – ainda pensa em assinar a folha rosa.

Mas, graças a Deus, se alegrou aquele: que levou os louros das próprias conquistas, que conquistou bons amigos, que pôde se conhecer melhor e corrigiu seus erros, que soube aproveitar o pouco que foi ofertado, que não se corrompeu mesmo quando o ambiente estava propício, que fez piadas para alegrar o ambiente, que superou seus limites, que procurou bons propósitos para se manter firme e vibrante, que foi proativo mesmo quando não foi cobrado, que cobrou o que era justo, que ao chegar até aqui não se incomodou com a leitura desse texto.

Eu poderia escrever qualquer coisa para homenagear os Aspirantes 2015, mas talvez nada seja tão verdadeiro do que retroagir e reavaliar o que fizemos nesses anos aqui em caserna, pois, talvez esta pequena reflexão possa evitar que decepcionemos nossos pais, amigos, esposa/marido e aos nossos pares.

Tudo aqui, supracitado, pode ser relativo, mas o fato é que o sofrimento, o engano e a alegria compõem a fórmula da nossa formação.

Sucesso a todos, que mesmo diante das adversidades possamos fazer a diferença, para o bem.

Aspirantes 2015

INVICTUS!!

Comments

  1. By ASP PM Macedo

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  2. By Matheus Pitanga

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  3. By Auresil

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  4. By Marques

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  5. By Seu alunos

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  6. By Ederlan

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

      • By Ederlan

        Responder

  7. By Dani Ministro

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

  8. By Mauricio

    Responder

  9. By joão dimas

    Responder

  10. By Moura

    Responder

    • By Jordão Vieira

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *